prf

O esforço realizado pela Polícia Rodoviária Federal durante o feriado prolongado da Semana Santa de 2015, concretizado na ação articulada de seus policiais, resultou em números bastante satisfatórios e, acreditamos, condizentes com a expectativa da sociedade, considerando, claro, as limitações da realidade brasileira hodierna de ordem legal, orçamentária, de pessoal, etc e a complexidade que o tema envolve, na medida em que extrapola o alcance constitucional da ação policial e impele à intercooperação entre os mais diversos atores públicos e ao envolvimento da própria sociedade, organizada ou não.

Assim, em números definitivos, na Semana Santa de 2015, que aconteceu entre os dias 02 e 05/04, e comparando com os números de 2014, a PRF em Sergipe registrou redução de 38,33% no índice de acidentes (0,24 acidentes por milhão de veículos em circulação), redução de 6,03% no índice de acidentes graves (0,02 acidentes graves por milhão de veículos em circulação), redução de 53,02% no índice de feridos (0,08 feridos por milhão de veículos em circulação) e redução de 6,03% no índice de mortes (0,01 mortos por milhão de veículos em circulação).

Infelizmente, uma criança, de seis anos, foi atropelada e morta ontem (05/04) no município de Areia Branca (SE). Foi a única morte registrada em rodovias federais sergipanas e o evento é tratado pela PRF como fatalidade, ocasião em que nenhuma ação de policiamento ou fiscalização poderia prever ou evitar, haja vista que a criança entrou repentinamente na rodovia logo após desembarcar de um ônibus. Uma tragédia para todos os envolvidos, inclusive ao motorista do veículo atropelador que se apresentou na Unidade Operacional da PRF em Itabaiana (SE) em estado de choque.

Entre os fatores que podem ser elencados como contribuintes para a redução da violência no trânsito das rodovias federais em Sergipe estão o esforço da fiscalização que foi intensificada estrategicamente desde o dia 31/03 e atingiu 1.933 pessoas e 1.558 veículos entre 31/03 e 05/04.

Alguns condutores se sensibilizaram sobre sua responsabilidade no trânsito, mas, para aqueles que teimaram em transgredir a lei, a polícia agiu com o rigor necessário. No período foram realizados 769 testes de alcoolemia, dos quais 16 resultaram em autuação e 8 em prisão.

Esses últimos números merecem um comentário a parte, na medida em que analisados conjuntamente com a redução na letalidade dos acidentes de trânsito mostram que a sociedade tem se conscientizado de seu papel e evitado transgredir a Lei Seca. Esta, por sua vez, vem comprovando ao longo do tempo a sua importância na preservação da vida dos brasileiros e brasileiras e na segurança viária.

A Polícia Rodoviária Federal em Sergipe também se preocupou com o excesso de velocidade e, nesse tópico, intensificou a fiscalização com radares portáteis flagrando 257 veículos acima do limite regulamentar para a via. Destaque-se que mais importante do que o número de veículos autuados é o caráter pedagógico dessa fiscalização, na medida em que impele o motorista a reduzir a velocidade assim que visualiza o equipamento em operação.

Nossas equipes de captura de animais também trabalharam dobrado no período e apreenderam 43 animais, sobretudo equinos e bovinos, que, perambulando soltos pela rodovia, poderiam dar causa a acidentes de trânsito gravíssimos.

Graças aos cidadãos e cidadãs de bem que entenderam a mensagem transmitida pela PRF, através dos organismos de imprensa de massa, sobre a necessidade de cumprir a lei de trânsito e preservar vidas, nossos policiais puderam dedicar mais do seu tempo ao enfrentamento da criminalidade e isso contribuiu para uma Semana Santa mais tranquila nesse aspecto. Assim, no cumprimento da lei penal, a PRF em Sergipe efetuou em 2015 a prisão de 12 pessoas: 8 por embriaguez ao volante; duas por dirigir sem possuir CNH; uma por crime ambiental e outra por receptação de veículo furtado.

Segue relação abaixo

Acidentes de trânsito: 0,24 por milhão de veículos em circulação (redução de 38,33% em relação a 2014)

Acidentes graves: 0,02 por milhão de veículos em circunscrição (redução de 6,03% em relação a 2014)

Feridos: 0,08 por milhão de veículos em circulação (redução de 53,02% em relação a 2014)

Mortos: 0,01 por milhão de veículos em circulação (redução de 6,03% em relação a 2014)

Pessoas fiscalizadas: 1.933

Veículos fiscalizados: 1.558

Etilotestes: 769

* Frota nacional em Abril/2015 – 88,5 milhões de veículos (Fonte: Denatran)
** Frota nacional em Abril/2014 – 83,2 milhões de veículos (Fonte: Denatran)
*** Evolução de 6,42% na frota nacional de veículos automotores.

Fonte: Ascom PRF