prf 1

A Polícia Rodoviária Federal da Bahia (PRF-BA) divulgou o balanço da Operação Semana Santa 2015, com números ainda preocupantes. Embora o feriado tenha sido marcado pela redução na quantidade de acidentes e feridos, o volume de vítimas fatais subiu 13,3%, quando comparado ao mesmo período em 2014. Em números absolutos, foram 146 acidentes, 12 acidentes graves, 91 feridos e 17 mortos.

Nos três principais corredores viários onde ocorreu a operação, BRs 116, 101 e 324, somente a BR 116 não contabilizou acidente com morte. Em relação a 2014, a BR 101 obteve redução de 40% enquanto que na BR 324, caiu para 25% a quantidade de ocorrências com morte.

De acordo com a PRF-BA, a imprudência, a inabilidade, a falta de cuidado e o desrespeito às Leis de Trânsito dos condutores foram determinantes para a maioria dos acidentes graves.

A operação contou ainda com a fiscalização quanto ao uso de bebida alcoólica na direção de veículos automotores. Somente nos cinco dias de operação, durante as abordagens policiais, a PRF encaminhou às respectivas delegacias de polícia judiciária, 35 pessoas, por crimes que variaram desde mandado de prisão em aberto, posse de veículos roubados, embriaguez, armas, drogas, entre outros.

Do total de 12.476 veículos fiscalizados, 14.354 pessoas foram abordadas, sendo extraídas 4.010 autuações, destacando-se 896 por ultrapassagens proibidas, além de um total de 5.319 imagens de radar capturadas por veículos flagrados transitando acima da velocidade permitida.

Com o objetivo de sensibilizar motoristas e passageiros de seus papéis na construção de um trânsito mais seguro, a PRF também promoveu, além do policiamento ostensivo, ações educativas nas rodovias federais durante todos os dias da operação.

Dentre as ações educativas destaca-se o Cinema Rodoviário que desenvolveu ações nas rodovias federais, através de vídeos educativos e palestras, orientando pessoas a terem uma postura defensiva em relação ao trânsito, principalmente quanto à direção segura, na fiscalização de excesso de velocidade, alcoolemia ao volante, ultrapassagens proibidas e envolvendo motocicletas e/ou ciclomotores.

Fonte: Assessoria SindSeg BA/SE/TO com informações da PRF-BA.